quarta-feira, maio 18, 2011

Cuba apoia programas agrícolas em Cabo Verde

-


Cuba apoia programas agrícolas em Cabo Verde

Da Redação, com Panapress África 21 – DF - 17/05/2011 - 19:15
Praia - Treze especialistas cubanos são esperados em breve em Cabo Verde para apoiar programas agrícolas de desenvolvimento rural e de segurança alimentar.

Esta assistência deverá realizar-se ao abrigo de um acordo tripartido, que acaba de ser assinado, na cidade Praia, entre o Governo cabo-verdiano, Cuba e o Fundo das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO).

Os técnicos cubanos vão visitar as ilhas da Brava, do Fogo, de São Nicolau e de Santo Antão, onde, durante 18 meses, irão dar a sua contribuição na implementação dos dois programas.

O embaixador de Cuba em Cabo Verde, Narciso Socorro, considera que “o acordo é uma clara expressão do quanto se pode fazer na cooperação Sul/Sul”.

“É a clara expressão de uma vontade política entre a FAO, Cabo Verde e Cuba”, realçou o diplomata cubano.

Por sua vez, o secretário de Estado cabo-verdiano dos Negócios Estrangeiros, José Luís Rocha, considera o acordo “fundamental” para a realização de um programa de assistência técnica de “grande importância”.

“Cuba tem, ao longo dos últimos anos, apoiado Cabo Verde em vários outros setores, e é uma cooperação que tem sido extremamente útil dentro da substituição de especialistas, que muitas vezes não temos em muitas áreas, e também tem contribuído na formação direta de médicos e outros quadros”, referiu o governante.

As relações de cooperação entre Cuba e Cabo Verde datam de 1976, um anos após a independência deste último, e abrangem sobretudo a área da Saúde, tendo passado pelo arquipélago quase 600 médicos cubanos de praticamente todas as especialidades.

Atualmente, estão no país 36 profissionais cubanos, que trabalham nas diversas estruturas de saúde espalhadas pelas nove ilhas do arquipélago, estando a maior parte colocada nos hospitais centrais da Praia e de São Vicente.

Além dos 36 médicos que trabalham na cooperação, existem no país vários outros médicos cubanos que, no final da sua missão, optaram por fixar residência em Cabo Verde, não regressando a Cuba. Destes desconhece-se o seu total, embora haja muitos casados com cabo-verdianas.

No passado, Cuba também desenvolveu vários programas de cooperação no domínio da educação, com muitos estudantes cabo-verdianos a receberem formação superior em instituições de ensino cubanas.

Extraído de África 21 Digital

Um comentário:

Dubaivfm Online Store disse...

Just amazing reading! This blog is informative and motivated to achieve a great lesson today.
Dubaivfm